sábado, 28 de agosto de 2010

Equilíbrio

Quando eu abro a janela todo dia

E meus olhos descansam na paisagem

Fico em paz com o quadro dessa imagem

E em meu peito se instala a alegria

Ouço aves cantando em harmonia

E o verde pintando todo o chão

Quando é noite de lua o clarão

Brilha muito e destaca a beleza

Como é bom respeitar a Natureza

E viver tendo paz no coração

2 comentários:

Sávio Pinheiro disse...

POEMA DE MUNDIN DO VALE

O poeta Paulinho improvisou
O que tem de mais belo nesse mundo
Traduziu no seu verso o mais profundo
Do que o grande arquiteto projetou.
No seu verso o poeta me lembrou
Um cenário perfeito do sertão,
Vaga lume piscando na escuridão
E piau desovando na represa.
COMO É BOM RESPEITAR A NATUREZA
E VIVER TENDO PAZ NO CORAÇÃO.

É até pedagogo o seu rimar
No equilíbrio da lei ambiental,
O poeta se expressa natural
Mas pensando também em preservar.
A minha parte também é pra lembrar
Que foi Deus que cuidou da plantação,
Que a foice, o machado e o facão
Não são hoje instrumentos de grandeza.
COMO É BOM RESPEITAR A NATUREZA
E VIVER TENDO PAZ NO CORAÇÃO.

O equilíbrio que o poeta faz saber
É do homem e a natureza em harmonia,
Criatura respeitar a quem lhe cria
Sem cortar, sem queimar, sem abater.
Nós humanos precisamos aprender
Que a mãe natureza, traz o pão
E que o mato da terra, é um irmão,
Separar um do outro é malvadeza.
COMO É BOM RESPEITAR A NATUREZA
E VIVER TENDO PAZ NO CORAÇÃO.

Fim.

Mundin do Vale e Paulo Viana,

Lendo os belíssimos poemas que vocês produziram sobre tão relevante assunto, não poderia deixar de fazer o meu comentário, e de parabenizá-los.

Eu também vou entrar nesse poema,
Que a poesia do mato traz pra gente;
Quero ter muita paz, alegremente,
Defendendo, com força, o nobre tema.
Não desejo estudar um teorema,
Nem também resolver equação.
Quero apenas defender esse sertão,
Que, ao Ser, traz a alegria e a beleza.
COMO É BOM RESPEITAR A NATUREZA
E VIVER TENDO PAZ NO CORAÇÃO.

Vejo crédulo o homem traficar
Toda fauna, ainda, que nos resta
Retirando do meio da floresta
O encanto, que há nesse lugar.
Fere a terra, a flora, o clima e o ar
Inibindo toda a preservação.
O bandido com essa má ação
Deixa a todos um manto de tristeza
COMO É BOM RESPEITAR A NATUREZA
E VIVER TENDO PAZ NO CORAÇÃO.


Um Grande Abraço.

Magnólia Fiúza Menezes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.