segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Conhecer-te

Queria Poder decifrar teus gestos

Lendo as intenções da tua alma

Para dominar teus segredos

Para conhecer teus medos

Apossar-me de ti, de forma amável

Sem que desprendam as pétalas

Que compõem teu jeito de ser

Quando sorris, o faz para o mundo

Quando pensas, os olhos brilham

Como se os pensamentos fossem luzes

Quando lágrimas te caem

É como se deslizassem a essência da sinceridade

Queria conhecer-te por inteira

Vislumbrar teus sonhos

Medir tua alegria e desfazer tua tristeza

Queria, por fim, te encantar com meus mais secretos sorrisos.

7 comentários:

israel batista disse...

parabéns pelo lindo poema, amanhã estará no meu blog abraços primo

Magnólia Fiúza Menezes disse...

Parabéns!! Muito lindo
beijos

magnolia Menezes

Paulo disse...

Obrigado a vocês.
Sejam sempre bem-vindos.
Abraços.

markojr disse...

Tio Paulinho, achei seu blog.. vou ficando por aqui sempre que tiver um tempinho um grande abraço.
Marko

paulo disse...

Seja Bem-vindo, Marko! Volte mesmo, sempre. É um prazer tê-lo aqui.
Grande abraço!

Sandra disse...

Paulo, muito lindo seu blog.
O amor se encanta com o belo e tudo que lhe misterioso, tenta desvendar, mas como é amor....não invade...admira!! Muito bom conhecer-te!! abraço.

Rosemary Borges Xavier disse...

Paulo,

Maravilhoso o teu trabalho, parabéns.

Rosemary Borges Xavier