quarta-feira, 16 de março de 2011

Flores do Pensamento

Os poemas são flores do pensamento

De um jardim que a emoção fertiliza

Germinando através de uma brisa

Que do peito exala a todo momento

Seu perfume é o próprio sentimento

O desejo abastece os regadores

O sentido é quem dá o tom das cores

A razão é o terreno encanteirado

O coração é um vaso arranjado

Mas quem cuida de tudo são os amores

Paulo Viana

2 comentários:

Magnólia disse...

veja o que o Mundim do vale fez, na postagem do seu poema no Blog do Sanharol::


PARA O JARDIM DO POETA PAULINHO - Por Mundim do Vale

Eu sou a pessoa indicada pra falar
Em jardim, em adubo e regador,
Só faltou ter nascido um beija-flor
Para as essências das rosas eu carregar.
Transformei minha vida em um pomar
Onde os frutos se confundem com as flores,
A borboletas e os pássaros são atores
De um teatro por mim improvisado.
O CORAÇÃO É UM VASO ARRANJADO
MAS QUEM CUIDA DE TUDO SÃO OS AMORES.

Paulo Viana disse...

Mundim é iluminado, Magnólia. Agradeço, mais uma vez, sua atenção aos meus poemas.
Grande abraço